Tem momentos que ficamos meio inseguras com nossa aparência,  nosso corpo. Quando vemos aquela estria que não tínhamos antes da gravidez,  aquela celulite,  aquele pneuzinho que ficou na barriga que não some, a gordurinha que insiste em  ficar localizada bem onde não a queremos,  né. E ainda tem os cabelos que caem enquanto estamos amamentando. Difícil, né? Como manter a auto estima diante de tantas coisas?  Fora que o tempo que sobra também não colabora… mal , mal, um banho corrido.

Mas a beleza está nos olhos de quem vê. Olhando por outro ângulo, percebi que tenho essas marcas sim. Mas são marcas de amor. Olho pro meu filho e vejo que não troco nenhuma dessas marcas por nada nesse mundo, pois as tenho por causa dele.

O segredo é se amar sempre! A auto estima deve ser regada como uma planta todos os dias. Não podemos nos deixar abater pelo cansaço. Valorize seus pontos fortes. Tenho certeza que se amando mais, a beleza aflora de uma maneira que será impossível não ser vista.

Aceite ajuda. Nós mães,  temos a mania de querermos dar conta de tudo.  E acabamos esquecendo de nós mesmas.

Difícil separar a mãe dedicada, da mulher que também precisa ser cuidada. Mas a gente vai aprendendo com o tempo,  afinal nenhuma mãe se torna tal por um manual. Aprendemos na marra mesmo.