Está tudo bem com o bebê,  tudo dando certo. Você deveria estar feliz não é? Mas não está… por que isso que isso acontece?

A grande maioria das mulheres se sente triste nas primeiras duas semanas depois do parto, no chamado blues puerperal, porém é uma tristeza passageira e é até normal que isso aconteça. Mas na depressão pós-parto, é o contrário, a tristeza  não passa.

Alguns dos sintomas mais comuns são: tristeza, desesperança, baixa auto-estima, culpa, insônia, distúrbios na alimentação,  cansaço e falta de energia, desinteresse sexual, aumento da ansiedade, irritabilidade, sentimento de incompetência e isolamento social.

Depressão pós-parto é uma doença  e precisa de tratamento. Não é culpa da mulher, nem significa que ela rejeita  o bebê. É importante observar com atenção. Caso sinta que pode estar com depressão pós-parto, consulte um médico.

Existem também a psicose pós parto que é o agravamento da depressão, podendo causar alucinações e atitudes violentas. Se tiver pensamentos negativos demais, procure ajuda médica imediatamente.