Uma das coisas que mais me deu medo quando meu bebê nasceu foi a hora do banho e os cuidados com o coto umbilical. Por que isso? Bem, quando minha primeira filha nasceu na  maternidade,  o banho do bebê era dado pelas enfermeiras. Depois quando fui pra casa, tinha uma vizinha que dava banho e cuidou do umbigo até a  queda do coto umbilical. Porém, na segunda vez que eu tive bebê, foi diferente. Dessa vez tive que dar banho desde a maternidade. E cuidar do umbigo também.  Não vou negar que tive muito receio. Muito medo de errar.

Foi a enfermeira do berçário, quem me ensinou passo a passo.

1- Colocar água na banheira e verificar a temperatura ideal. Eu fazia isso, sentindo a temperatura da água com o meu antebraço. Se estava agradável para mim, estaria para ele também.

2 – Pegar o bebê com cuidado e ir molhando ele aos poucos, para não se assustar com o contato com a água. Eu molhava o sabonete e passava somente a espuma no corpinho dele, começando pela cabeça do bebê.

3 – Enxaguar e o secar direitinho, com muita atenção às dobrinhas (bebês gordinhos tem) para não dar assadura.

4- Chegou a parte mais delicada. O coto umbilical. Devemos secá-lo muito bem. Depois, com o auxílio de uma gaze, passar o álcool 70. Nada de faixas ou curativos. O coto umbilical deve ser limpo a cada troca de fralda. Não precisa ter medo de pegar o  coto umbilical para limpá-lo, ele não dói. Devemos secá-lo muito bem,  antes de passar o álcool, pois o álcool evapora, mas a água não. Tomando todos os cuidados, tudo dá certo.  O coto umbilical costuma cair de 8 a 15 dias depois do nascimento. O do meu bebê caiu com 10 dias.

Como podemos ver,  não é tão complicado assim. Mas quando estamos grávidas ficamos tão ansiosas e amedrontadas com tudo. Medo de falhar. Queremos ser a mãe perfeita, mesmo sabendo que perfeita não existe. Somos apenas mães, imperfeitas sim, mas sempre tentando acertar. E no fundo, toda mãe sabe o que é melhor para o seu bebê. Temos uma coisa maravilhosa chamada instinto maternal. Esse instinto nos faz sábias quando precisamos.