Minha gravidez não foi nada fácil. Já foi complicada desde o início. Tive um sangramento e o diagnóstico que recebi de uma médica na emergência da maternidade era que não havia embrião, que minha gravidez era de um ovo cego.

Imagina só o meu desespero… Já tinha perdido dois bebês. Não podia acreditar que ia passar por tudo aquilo de novo.

Mas Deus é maravilhoso. Dias depois, encontrei outra médica que me orientou e me passou outro ultrassom. E graças a Deus, meu bebê estava lá. Coraçãozinho batendo, vivo dentro de mim.

Passei a tomar progesterona constantemente. E repouso. Mesmo assim aos 5 meses de gestação tive outro sangramento.  Resultado : internação de uma semana. Foi difícil, mas eu não podia fraquejar. Depois veio o Diabetes gestacional, dieta, insulina 3 vezes ao dia. Ufa! Repouso absoluto até o fim da gravidez. Era uma gestação de risco.

Com tudo isso, meu bebê nasceu prematuro aos 8 meses de gestação, através de uma cesariana de emergência, por causa de uma infecção na placenta, onde corríamos risco de morrermos ele e eu.

Mas Deus estava cuidando de nós. E eu sabia desde aquele primeiro diagnóstico que Deus estava no controle de tudo. Para a médica, meu filho era apenas um ovo cego. Mas para Deus, ele já era uma bênção, era o meu milagre!