Pois é, hoje fazem 12 anos da criação da Lei Maria da Penha. E apesar da lei, o Brasil ainda é o quinto lugar no mundo no ranking de Feminicídio (homicídio ocorrido só pelo fato da vítima ser mulher). É alarmante, é triste, é revoltante! E apesar de tudo isso, ainda tem mulheres que sofrem caladas e não denunciam seu agressor. E todos os dias vemos nos noticiários, mulheres sendo mortas por seus companheiros de quem esperavam receber amor.

Hoje, o meu post vai para você, mulher, que está presa num relacionamento abusivo e não sabe como se livrar dessa situação. Quero te dizer que você não está sozinha nessa situação. Existem milhares de mulheres nesse instante passando por situações terríveis assim como você. Porém, algumas não conseguem se libertar e infelizmente passam a ser somente mais um número nas estatísticas de violência contra a mulher.

Mas, como essas mulheres, muitas vezes, se mantém nessa situação?

Talvez o medo do companheiro; a dependência financeira; a crença de que um dia aquele homem vai mudar; os filhos… São tantos motivos que a meu ver, não justificam a perda da dignidade. Nada e nem ninguém pode te agredir, te humilhar e você aceitar isso como se merecesse. Acredite, você não merece! Você é muito mais que isso! Não deixe que te tirem o seu respeito próprio. Acima de tudo, se ame!

Se você tem medo do seu companheiro, isso é mais um motivo para largar esse cara. Quanto à dependência financeira, acredite que você é capaz, vá à luta, peça ajuda à família, amigos, para que você possa se reerguer.  Não acredite que ele vai mudar, pois não vai. Essas lágrimas são só um teatrinho para você não denunciá-lo. Quem ama, não agride nem maltrata. E os seus filhos, você acha que é um bom exemplo para eles viver esse terror dentro de uma casa a qual deviam chamar de lar? Pelo amor de Deus, saia dessa situação, antes que você seja mais uma na estatística de mulheres vítimas de feminicídio.

E não se sinta envergonhada por estar passando por isso. Eu sei que às vezes pode até se sentir culpada. Vergonha por passar por essa situação. Não se sinta assim! A culpa não é sua! O errado é ele! Ele que deve sentir vergonha de ser o covarde que ele é! Ele deveria sentir vergonha de não ser um homem de verdade. HOMEM DE VERDADE NÃO BATE EM MULHER!

Denuncie esse monstro à polícia! Não se cale! Não se iluda!

Aprenda a identificar os sinais desde o começo. Quando ele grita com você, quando ele te empurra, quando ele pega no seu braço com força, te xinga, isso não é porque ele estava nervoso ou de cabeça quente. Pára de justificar o injustificável. Isso tudo é violência e o próximo passo vai ser ele te bater e dizer que se arrependeu depois. E se você continuar insistindo nessa relação pode ser que ele acabe te matando.

Não caia nessa furada! Denuncie! Saia fora desse relacionamento abusivo enquanto é tempo.

Alguém que te humilha, que te afasta das pessoas que te amam, te agride e te faz sentir um lixo, sinceramente, não te merece. Você vale muito mais! Se ame!